Principais gastos para iniciar o orçamento de casamento

WOW vocês ficaram noivos, que alegria!!!!
Mas agora chegou a hora de colocarem os gastos na ponta do lápis.
Se começar a organizar o casamento sem essa base, com certeza irá gastar muito mais do que já imaginou um dia gastar e talvez nem saiba ao certo quanto gastou no final. Então, já que vimos que planejamento é a palavra chave! O passo a passo abaixo vai te ajudar a constituir o planejamento financeiro para o seu casamento:

planilha

1) Planilha: quando a gente fala sobre finanças a primeira coisa que precisa fazer é abrir uma planilha no excel.  Se você não tiver muita habilidade, pode usar a minha que já tá prontinha e contém todos os possíveis itens de um casamento. Baixe Aqui.



2) Defina seu orçamento total: Depois que ver todos os fornecedores que vai precisar contratar na minha planilha, te ajudará a estipular o quanto você pode/quer investir para todo o casamento.

Importante:

– Esse é o momento de definir suas prioridades e entender o que terá ou não no seu casamento.

– Podemos sim usar o número de convidados como base para definir o budget total, ou seja, quanto mais convidados tiver na sua festa mais terá que investir, mas não necessariamente gastará menos se reduzir a lista de convidados.

– Algumas pessoas escolhem fazer um casamento menor, gastar a mesma coisa que gastariam em um casamento para 200 pessoas, por exemplo, mas conseguir investir da maneira que realmente sonham.

 porcentagens

3) Porcentagens: tendo a planilha, todos itens que vai querer no casamento e sabendo o valor total que pretende gastar é hora de definir as porcentagens. Isso é relevante para saber quanto poderá investir para cada um dos fornecedores.

Lembrando que não poderá gastar mais que 27% com buffet ,15% foto e vídeo, 10% espaço e 20% com decoração, pois se usar mais do que o planejado irá ultrapassar o valor total que deseja investir – é por isso que o mito de que você sempre gasta mais do que você pretende existe.

cotaçoes

4) Cotações: dê início as cotações. Depois que você já sabe quanto pode gastar, comece a procurar muitas referências. Vá em sites e blogs de casamento – eles já tem um seleção de bons fornecedores, eles já fazem essa triagem para você. Fala com as suas amigas que já casaram, lembra do que você gostou no casamento delas, peça indicações. Eleja os top 3 de cada item que você mais gostou do trabalho e pede o orçamento. Não adianta escolher 10 fornecedores de cada item, isso só vai fazer você ficar mais confusa e gastar ainda mais o seu tempo, deixar indecisa. 3 fornecedores é o suficiente para você ter uma media de valores e serviços. Se depois que receber os orçamentos e eles não estiverem de acordo com o seu perfil , vá para os próximos 2 da sua lista.

 fluxo de pagamento

5) Fluxo de pagamento: Monte seu fluxo de caixa para os pagamentos usando a mesma planilha e tendo como base o valor do fornecedor que quer fechar. A maioria dos fornecedores não recebem depois do casamento, então precisa ter exatamente o planejamento mensal de pagamentos para conseguir a forma de pagamento com cada fornecedor.

Pagamento à vista às vezes pode parecer interessante pelo desconto, mas pode te deixar descapitalizado em um mês que terá que pagar vários outros fornecedores.
Se está se casando fora da sua cidade, não esqueça de considerar custos de frete e hospedagem para os fornecedores.
agende

6) Agende todos os pagamentos: são tantos fornecedores e tantos pagamentos que pode acabar esquecendo o dia que foi acordado. Para evitar pagar multas, deixe tudo já agendado assim que fechar o contrato.

resumo

7) Resumo de pagamentos: crie uma planilha de resumos de pagamentos para não chegar na semana do casamento e não saber o que ainda falta pagar – valor e serviços extras contratados

Um casamento pode variar entre R$ 30.000 à milhões de reais, tudo vai depender do empenho, sonho e bolso de cada um. As possibilidades são infinitas, mas você precisa saber onde e como cortar e o que não é prioridade para você.


Se fizer esse passo a passo não terá nenhuma crise de pânico no meio da organização pois você não vai estourar o budget e saberá do início ao fim quanto irá gastar no total e com cada fornecedor. A base de tudo é a disciplina e organização, porque se não mantiver a planilha atualizada de nada vai adiantar todo esse trabalho.

Postagens mais visitadas deste blog

Roteiro para casamento evangélico, na igreja

Vestidos de Noiva para Noivas Evangélicas

Dicas de roupas para casamento no inverno